As três batalhas
Diretor: 
Luiz Fernando Carvalho
Roteiro: 
Luís Alberto de Abreu, Renato Tardivo, Paulo Garfunkel, Melina Dalboni e Luiz Fernando Carvalho
 | 
 min 
 | 
Drama
 |
 | 
Em desenvolvimento

Parte I

Menina a caminho

O argumento de Menina a Caminho é construído a partir da adaptação do conto homônimo, já publicado. Nele, a Menina caminha por uma pequena cidade e depara com uma série de situações até o retorno para casa, quando é tomada por mudanças irreversíveis.


Parte II

As três batalhas

O argumento de As Três Batalhas é construído a partir de depoimentos colhidos através de gravações com o próprio Raduan Nassar por Luiz Fernando Carvalho e Renato Tardivo. Trata-se de uma narrativa que sempre esteve presente na imaginação literária do escritor, mas que nunca chegou a ser transposta ao papel. A partir de uma série de encontros na casa do escritor, foram realizadas gravações, onde o escritor, expôs, de memória, as coordenadas da história imaginada, acompanhada da descrição detalhada dos personagens, cenários e as motivações emocionais do enredo. 

Trata-se da vida de um Menino que, após passar por duas experiências humilhantes em que é violentamente agredido na saída da escola, abandona a casa onde mora com a mãe – uma Lavadeira – e sai pela cidade, sem rumo, até ser acolhido por um senhor – o Hortelão – em uma quinta, nos arredores de uma pequena cidade interiorana. 

Fica sugerido que a mãe do Menino é a protagonista de Menina a caminho, agora adulta. O Hortelão e o Menino desenvolvem um forte vínculo afetivo como se o adotasse como filho. Percebendo a fragilidade física, ética e espiritual do Menino, o Hortelão submete o menino a uma espécie de treinamento, de modo a prepará-lo para uma Terceira Batalha.


Parte III

Congregação dos descalços

Completando o tríptico narrativo, Congregação dos Descalços parte de esboços, fragmentos e escritos soltos do escritor Raduan Nassar. Com fortes traços políticos e realistas, mas, a um só golpe, dialogando com uma dimensão mítica, somos apresentados à história de um jovem Homem recém-chegado à cidade grande, onde passa a morar em um sobrado abandonado e ocupado por representantes de toda ordem de excluídos sociais. Logo o jovem Homem assume a posição de liderança entre os que habitam o local fadado à ruína. Fica sugerido que o jovem Homem é aquele Menino de As Três Batalhas, agora adulto, bem urdido eticamente, enfrentando, enfim, a Terceira Batalha. 

Ao ser aceito como novo habitante do sobrado, não demorou muito para que todos percebessem seu carisma, sua força, mas também suas posições radicais em relação ao contexto de exclusão social ao qual todos ali se encontravam.  

Os dias passam...  

A coletividade lhe confere o estatuto de liderança, elegendo-o como novo líder dos descalços. No entanto, tempos depois, quando o jovem Homem está a ponto de alçar sua comunidade à condição de reconquista da dignidade humana, surgem murmúrios. Um sopro de vento enreda o sobrado, levantando suspeitas, pânico. Na sombra de um instante, os mesmos que o elegeram, agora o destituem da liderança. Afastando móveis destroçados, cadeiras velhas, restos, seguem abrindo espaço para a arena de um julgamento que se forma, ali, onde aquele jovem Homem, debaixo das acusações raivosas de sua própria congregação, será arrastado e sentado na cadeira do réu. Julgado. Condenado. E, como pena máxima, a execução final. O corpo, enforcado na curva mais alta daquele corrimão sujo do sobrado.




assista agora no vimeo
COM: 

Prêmios

No items found.

Participações

No items found.
No items found.
República Pureza Filmes
Gávea – Rio de Janeiro – RJ
republicapurezafilmes@gmail.com